Carta de gratidão

Escreva uma carta e experimente o poder da sua gratidão. 

Sentir gratidão pode melhorar a saúde e a felicidade; expressar gratidão também fortalece os relacionamentos. No entanto, às vezes, expressões de agradecimento podem ser passageiras e superficiais. Este exercício incentiva você a expressar gratidão de maneira deliberada e ponderada, escrevendo - e, idealmente, entregando - uma carta de gratidão a uma pessoa que você nunca agradeceu da maneira como gostaria. 

A carta declara coisas positivas em sua vida e lembra você de como outras pessoas já contribuíram e valorizaram você . A vida parece menos desanimadora e solitária se sentimos que alguém se importa conosco. Visitar a pessoa que te ofereceu atenção pode fortalecer sua conexão com essa pessoa e te lembrar de como os outros te valorizam como indivíduo.

Tempo: 30 minutos

Como fazer


Lembre-se de alguém que fez algo por você e pelo qual você se sente extremamente grato, mas a quem você ainda não expressou sua profunda gratidão. Pode ser um parente, amigo, professor ou colega. Tente escolher alguém que ainda esteja vivo e possa encontrá-lo pessoalmente na próxima semana. Pode ser mais útil selecionar uma pessoa ou ato em que você não pensa há algum tempo - algo que nem sempre está em sua mente.

Agora, escreva uma carta para uma dessas pessoas, seguindo as etapas a seguir.

  • Escreva como se estivesse se dirigindo diretamente a essa pessoa (“Querida (o)______”)

  • Descreva em termos específicos o que essa pessoa fez, por que você é grato a ela e como o comportamento dela afetou a sua vida. Tente ser o mais concreto possível.

  • Descreva o que você está fazendo na sua vida agora e como muitas vezes se lembra dos esforços dela. 

  • Tente manter sua carta em aproximadamente uma página (~ 300 palavras). Não se preocupe com a gramática ou ortografia perfeita.

Em seguida, tente, se possível, entregar sua carta (Pessoalmente ou virtualmente) seguindo estas etapas:

  • Planeje uma video-chamada (ou uma visita ) com o destinatário. Informe a pessoa que você gostaria conversar com ela (ou de vê-la) e que tem algo especial para compartilhar, mas não revele o objetivo exato da reunião.

  • Durante o encontro informe à pessoa que você é grato a ela e gostaria de ler uma carta expressando sua gratidão; peça que ele ou ela espere até você terminar para falar se desejar. 

  • Leve o seu tempo lendo a carta. Enquanto lê, preste atenção à reação dele ou dela.

  • Depois de ler a carta, seja receptivo à reação da pessoa e converse sobre seus sentimentos se fizer sentido. 

  • Se sentir-se à vontade, lembre-se de entregar a carta à pessoa ao final do encontro. 

Se a distância física o impedir de fazer uma visita, você pode telefonar ou  bater um papo por vídeo.

Evidência de que funciona

Seligman, ME, Steen, TA, Park, N., & Peterson, C. (2005). Progresso positivo da psicologia: validação empírica de intervenções . American Psychologist , 60 (5), 410.

 

Quando os pesquisadores testaram cinco exercícios diferentes, a visita de gratidão mostrou o maior efeito positivo na felicidade dos participantes um mês depois; no entanto, seis meses após a visita, a felicidade deles caiu de volta para onde estava antes. É por isso que alguns pesquisadores sugerem fazer esse exercício uma vez a cada seis semanas.

Além disso, uma  pesquisa de 2009 liderada por Jeffrey Froh  descobriu que os adolescentes que geralmente não experimentam emoções positivas mostraram um aumento significativo nas emoções positivas dois meses depois de fazer uma visita de gratidão.

 

A pesquisa sugere que, embora haja benefícios apenas para escrever a carta, você obtém benefícios significativamente maiores ao entregá-la e lê-la pessoalmente.

 

Fontes

Sonja Lyubomirsky, Ph.D. Universidade da Califórnia, Riverside
Kristin Layous, Ph.D. Universidade Stanford
Martin Seligman, Ph.D. , Universidade da Pensilvânia

Greater Good Science Center

Carta de gratidao Felicidade Lab.png