Falar sobre bem estar no meio da quarentena?


“ Acho que essa não é a hora de falar sobre felicidade, às pessoas não estão preparadas para isso neste momento de quarentena…” foram as palavras de uma querida amiga durante uma conversa recente enquanto eu falava das minhas ideias para o Felicidade Lab.

Fiquei reflexiva. Para mim estava tão clara a necessidade das pessoas de cuidarem de si neste momento difícil em tantos aspectos. Um autêntico contexto de adversidade que tocou a vida de tantas pessoas nos convida a um cuidado especial, eu pensava. Depois da conversa algumas perguntas me vieram à mente: Será que temos energia para nos dedicar ao nosso próprio bem estar e das outras pessoas agora? Se não temos energia, como buscamos e criamos fontes de energia para isso? Como pensar na felicidade se há tantas pessoas sofrendo? Qual o nosso papel diante disto tudo? O que mais precisamos agora?

Eu sigo refletindo sobre estas perguntas…



NOSSA EXPERIÊNCIA, UMA GRANDE PROFESSORA

Por aqui nesta quarentena os dias e emoções variam bastante. Há dias de poucas risadas, de choro e tristeza. Há dias com mais energia em que sinto vontade de sonhar com um futuro melhor, oferecer um apoio a um amigo e até posso dançar. Em alguns dias sinto uma imensa vontade de criar algo e realizar coisas, em outros só quero repousar e ficar quieta. Há dias em que é meio a meio (risos). Leio alguns posts sobre como não devemos buscar a produtividade e outros sobre como podemos ser produtivos na quarentena. Parece que não existe uma receita única para lidar com esse isolamento físico social, não é mesmo? Cada pessoa vai escolher para si aquilo que fizer mais sentido no momento, aquilo que puder fazer. Somos livres, mesmo que parte de nossa liberdade física esteja temporariamente limitada. É meio obvio mas gosto de recordar que existem possibilidades infinitas, um cardápio vastíssimo de ações possíveis para criarmos nossas experiências de vida.


Matt Howard @Unsplash


BUSCAR APOIO E COMPARTILHAR

O fato de existirem milhares de caminhos possíveis não nos impede de buscarmos bons mapas ou ideias de como seguir adiante. Podemos nos inspirar com os caminhos percorridos (nossos e dos outros), com a ciência e com as práticas milenares, por exemplo. Uma das minhas formas de contribuir com o mundo e me fortalecer neste momento é praticar e compartilhar ações e reflexões para que cada pessoa possa experimentar e cuidar do seu bem estar da maneira que mais fizer sentido. Faço isso através do Felicidade Lab.


Damien Tupinier @Unsplash

A ideia de cuidar do bem estar, mesmo em tempos de sofrimento, persiste em minha mente. Insisto em mantermos um olhar atento ao que cultivamos e escolhermos com intencionalidade o valores que desejamos sustentar através de nossas ações e pensamentos. Proponho refletirmos sobre quais pequenas ações podem nos beneficiar e apoiar outras pessoas. Sinto que precisamos e podemos nos fortalecer…


Não estou dizendo para ignorarmos o nosso sofrimento, isso seria péssimo para nossa felicidade.

O olhar de felicidade que proponho inclui acolher os sofrimentos, dialogar sobre eles e encará-los com compaixão, investigar nossas emoções sejam elas positivas ou negativas, praticar a generosidade e a gratidão, vivenciar o potencial do perdão etc. O meu convite é termos um olhar diferente da perspectiva mais comum sobre felicidade, daquela que só inclui só a risada e o prazer momentâneo. Na visão de felicidade que escolho sustentar a gente inclui a alegria e emoções positivas assim como as lágrimas, a tristeza e outras coisas não muito óbvias para a visão mais comum de felicidade que vemos por aí. Busco investigar os caminhos da felicidade genuína, daquela que se sustenta no longo prazo e que colabora para nossa evolução pessoal e coletiva.

Diante desta visão de felicidade convido você a nutrir, mesmo que seja só um pouquinho o bem estar e felicidade neste momento. Pequenas ações podem confortar nossos corações e renovar nossas energias vitais. Se você está escolhendo ficar o máximo que pode em casa, isso já é cuidar de você e do bem estar coletivo. Podes se alegrar com esta pequena-grande atitude! Experimente sentir gratidão pelo simples fato de poder ficar em casa neste momento e quem sabe até por outros privilégios que devem existir na tua vida. Essa já é a tua jornada de felicidade em plena atividade…

E se quiser conhecer mais sobre práticas com impacto positivo na felicidade individual e coletiva vou compartilhar um bocado de coisas interessantes por aqui!

E adoraria ouvir de você que está lendo este artigo. O que acha? Faz sentido falar em bem estar e felicidade nesse momento? Como você cuida da sua integridade física, emocional e mental em tempos de quarentena?

Será uma alegria te ouvir por aqui!

Cuide-se bem!

#felicidadelab #bemestarnaquarentena #felicidade


Post original em:

https://medium.com/@mariaeulina/falar-sobre-bem-estar-no-meio-da-quarentena-9f59bb421304